9 de ago de 2010

Alguma coisa acontece no meu coração.

Alguma coisa acontece no meu coração que só quando cruza a Ipiranga e a avenida São João. 
Não sei se Caetano era fundista, mas descreveu em "Sampa" uma frase com palavras de corredor: coração, cruza e Av. Ipiranga com a São João. As duas primeiras tenho carregado na minha vida de atleta amador, a sensação do coração batendo mais forte após um treino ou quando se cruza a linha de chegada em uma prova, mas Av. Ipiranga e São João só me remetia a época de office-boy. 
Manhã de domingo, dia dos pais, 5h30 uma neblina cobre São Paulo, sou acordado pela minha esposa, me arrumo e vou em direção ao centro, tem coisas que você imagina nunca mais fazer na tua vida, o centro de São Paulo sempre foi um atrativo na minha infância, minha tia me levava aos cinemas para ver Os Trapalhões, E.T. e muitos outros filmes dos anos 80. Depois passávamos num fast-food que estava chegando ao Brasil e no famoso Mapping. Centro também tem sinônimo de muita gente, correria, ficar atento para não ser assaltado e etc, talvéz por isso eu não tenha muita vontade de visitá-lo. Mas lá estava eu às 8hs pronto para largar em mais uma prova que ganhei via twitter, por falar nisso, dei uma passada na tenda dos TwitterRuns e estava muito boa, conheci pessoalmente aqueles que eram virtuais.
Das corridas que participei, às da Corpore me parecem ser as que mais contém corredores, a estrutura estava muito bem feita, retirada do chip e do kit foram tranquilas, a atmosfera do evento com palcos de show durante o percurso, cantor de ópera na largada, pessoas assistindo em alguns trechos, tudo muito bucólico, nostálgico e fascinante. Acho que aquilo que aconteceu no coração de Caetano era aquilo que a prova estava proporcionando para os corredores. Foram 9km de subidas e descidas, ruas estreitas e muita gente como manda o figurino do centro de São Paulo, voltar das férias e participar de uma prova me exigiu mais do que o esperado, mas foi um dia muito especial me pareceu um teaser daquilo que poderá ser correr uma São Silvestre. Terminei com um tempo de 49''43, entendo agora o que é cruzar a Ipiranga, a avenida São João e a linha de chegada.


Nenhum comentário:

Postar um comentário