11 de jul de 2010

COMO FORAM OS 21 KM.

Enfim 21 km.
Neste relato quero descrever um pouco sobre como foi este treino de 21 km.
Esta semana (04 ao dia 10 de julho) foi muito produtiva, domingo 04 participei da prova Corpore Bombeiros 10 km, voltei a correr na quarta fiz 6km para não estender muito o tempo entre treinos, na quinta pela manhã fiz mais 10km na sexta não treinei, porém chegou o meu Nike LunarElite + que comprei pela Netshoes com um preço muito bom (R$224 sendo que nas lojas ele custa R$400).  Isso me instigou a treinar no sábado pela manhã, mas como em todos estes dias de inverno acordar sedo e correr tem sido uma guerra. Vencida a primeira batalha fui como de costume de carro até uma pequena praça paralela a Avenida Sabará e começo a correr pela Av. Miguel Yunes, mas até o momento ainda não tinha decidido quantos quilômetros ou qual percurso faria, só tinha uma certeza que iria correr mais de 10 km. Na esquina com Av. Interlagos decido fazer à tão sonhada meia maratona.
Agora vou escrever sobre as sensações e lugares desta corrida. Já tinha corrido 2 km e entro na ponte de Interlagos, percorro mais 2 km só de subida até chegar em frente ao Autódromo de Interlagos e desço pela Praça Enzo Ferrari, uma região nobre com muitas casas de alto padrão e ruas bastante arborizadas chego até o laguinho ou a Praça Jacques Cousteau onde encontro um clima muito peculiar, dezenas de pessoas correndo e fazendo sua caminhada matinal, mas para mim este seria apenas mais um trecho da labuta. Deixando o bairro Veleiros entro na Avenida Robert Kennedy, são cerca de 5 km de reta, no inicio uma paisagem maravilhosa da represa no final calçadas curtas e congestionadas pelas lojas de carros. Subo a ponte do Socorro em direção a Av. Washington Luis, completo 9 km, entro a direita na Av. Sabará pelo bairro Marajoara, mais um trecho de subida com 1 km depois para amenizar uma descida e entro pela esquerda na Av. Eng. Alberto Zagottis. Agora o caminho de volta com ruas retas, mas tendo que trabalhar o piscológico para não quebrar no meio do caminho. Av. Eng. Eusébio Estevaux até o SENAC e voltando em direção a Av. Miguel Yunes, confeço que o tenis novo apertou meus dedos e no final estava sentindo um certo encomodo. Mas por fim completei os 21 km.


Nenhum comentário:

Postar um comentário